quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Síntese entre Seres*



Eu estou em você e você em mim.
Ao tocar-te, nanometricamente
Te carimbo para sempre
Com moléculas de mim.

Se tenho em mim aqueles por quem cruzei na rua
No sinal fechado, no elevador
Na padaria e mercado;

E se tantos estão em mim
Não sou mais apenas eu
Nem apenas nem eu somente.
Plural sou, plural estou.

Se você sobra em mim
E eu me resto em você Te fazer bem é bem que faço a mim
Porque estou em voce E você está em mim.

E nesse pacto invisível que temos
Somos um, numa só carne, meu amor.

Embora eu não te saiba
Nem te conheça as paragens,
Mesmo assim, seja onde for,
Eu hei de te encontrar
E, entre tantos, o teu rosto divisar.

* parceria quântica com Telma da Costa, em fevereiro de 2009.

Um comentário:

LIRÓZINHA CARNEIRO disse...

Mto bom ! afinal tudo o que sai de vc, é parto sem dor !, meu amigo !

Evoé!

Saiba que a sua visita e o seu comentario dão sentido a este espaço, que alem de divulgar poemas, quer conversar sobre a vida. Esteja em sua casa.

Ricardo Sant'Anna Reis 21.9170-9004

Ricardo Sant'Anna Reis  21.9170-9004
"rondava a rosa à poesia pelos jardins das flores tanto mais diversa a rosa quanto mais forem os amores". Sociólogo, poeta e editor, publiquei em antologias e recebi alguns premios literários. Tenho dois livros: "Diario da Imperfeita Natureza" e "Derradeiro Prelúdio" (no prelo). Pretendo aqui interagir com voce sobre poesia ou qualquer outro assunto relevante.

Seguidores