segunda-feira, 19 de maio de 2008

Sanhaço

A alteridade em vão nos pugna
faz ao espelho buscar a tua imagem
para irmos juntos
co´as as almas flamas
refletidas sempre desde aparte.

Se a prosódia é por estilo
transitivo o verbo Ser há de tornar-se
posto que para amar-te
mais do que querer, é preciso Ser-te!

Se pouso em teus olhos tristes, e umedeço
e se ao grito surdo do mundo eu silencio
se em teu verso solto me reconheço
arauto de um viver confuso que anuncio

este amor que tive e que me esqueço
é um ardor mais profundo que fastio.

Ferve em ti a epiderme, no equinócio ou veranico
como um sanhaço tece a enlaçada trama, fio a fio.

Quisera a alumbrada seiva dos desejos;
a claridade do sorriso na fronte bela.
Quisera os sons perdidos no solfejo
e de manhã no céu bruxuleante
o derradeiro sortilégio de uma estrela.

No claro/escuro, ao fulgor da vela acesa
velar-te em longo beijo de cinema
num filme amante em que por fraco
eu anoiteço.

3 comentários:

LOURDINHA CARNEIRO disse...

Além de bela e profunda,a sua POESIA nos ensina a todos.Vc me delicia com tudo o que escreve.Lindo demais o seu coração...
bjs e desejo que a sua inspiração perdure eternamente!!!
bjs... Lirózinha

Ricardo Sant'anna Reis disse...

(migrado do Recanto das Letras)
olá caro poeta parabens por tão lindo texto. abraços Angelica
Enviado por ANGELICA ARANTES em 29/10/2007 22:10
para o texto: SANHAÇO

19 de Maio de 2008 14:38

Ricardo Sant'anna Reis disse...

(migrado do Recanto das Letras)
Um texto exímio cujo significado emoldura os olhos do leitor. Parabéns e boa sorte aqui. Ledalge
Enviado por em 29/10/2007 14:56
para o texto: SANHAÇO (T714934)

19 de Maio de 2008 14:21

Evoé!

Saiba que a sua visita e o seu comentario dão sentido a este espaço, que alem de divulgar poemas, quer conversar sobre a vida. Esteja em sua casa.

Ricardo Sant'Anna Reis 21.9170-9004

Ricardo Sant'Anna Reis  21.9170-9004
"rondava a rosa à poesia pelos jardins das flores tanto mais diversa a rosa quanto mais forem os amores". Sociólogo, poeta e editor, publiquei em antologias e recebi alguns premios literários. Tenho dois livros: "Diario da Imperfeita Natureza" e "Derradeiro Prelúdio" (no prelo). Pretendo aqui interagir com voce sobre poesia ou qualquer outro assunto relevante.

Seguidores